Testes rápidos e bombas de infusão para UTI adquiridos pelo governo chegam a Rondônia

Testes rápidos e bombas de infusão para UTI adquiridos pelo governo chegam a Rondônia

Porto Velho, RO Com a confirmação de 2.413 casos de Covid-19, sendo 370 novos ontem, e 88 óbitos, a chegada dos testes rápidos adquiridos pelo Governo de Rondônia foi acompanhada na manhã de quarta-feira (20) pelo secretário de Saúde, Fernando Máximo, e considerada como uma importante medida para reforçar o controle epidemiológico. ‘‘Isso vai permitir uma testagem em maior quantidade e com diagnósticos fidedignos’’, afirma.

De acordo com o secretário, os testes rápidos adquiridos possuem um alta especificidade para confirmação de casos positivos, e, conforme determinação do governador coronel Marcos Rocha, serão distribuídos para os 52 municípios, onde serão definidas estratégias para a testagens. A distribuição conta com o apoio do Conselho de Secretários Municipais do Estado de Rondônia (Cosems/RO). O investimento foi de R$ 10,5 milhões, sendo os testes adquiridos através de recurso da bancada federal.

Secretário de Estado da Saúde, Fernando Máximo, destaca importância dos testes rápidos para controle da evolução da Covid-19 em Rondônia

O secretário ainda explicou que produtos para o enfrentamento da Covid-19 estão escassos e caros, mas que, em Rondônia, a união de esforços tem colaborado para que o Estado consiga dar respostas efetivas e uma melhor assistência à população. Ele agradeceu a deputada federal Mariana Carvalho por somar para desburocratizar a chegada da carga a Rondônia, juntamente com a Receita Federal e Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

MISSÃO

A Defesa Civil, vinculada ao Corpo de Bombeiros Militar de Rondônia, também teve um papel considerado essencial para dar celeridade à chegada dos testes rápidos que foram fabricados na China e comprados de uma empresa de São Paulo. Militares da Defesa Civil foram com a aeronave do governo até São Paulo conferir e transportar a carga.  ‘‘São verdadeiros guerreiros que foram para resolver os embaraços em relação ao alfandegamento e junto com a Anvisa’’, disse o secretário. Cumprindo todos os parâmetros legais da Receita Federal e trâmites de registro dos produtos, os testes rápidos chegaram em solo rondoniense.

Dos 100 mil testes rápidos comprados pelo governo, 90 mil já estão em Porto Velho, e os outros 10 mil devem chegar nos próximos dias. A  Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) esclarece que a totalidade dos produtos só não foi possível ser transportava desta vez, porque era necessário dar espaço às bombas de infusão, consideradas urgentes para Rondônia.

Chegada da carga com testes rápidos para Covid-19 foi destravada com auxílio da Defesa Civil e acompanhada por órgãos de controle

Os  militares envolvidos na missão de transportar a carga de testes rápidos retiraram diretamente da fábrica, em São Paulo, 50 bombas de infusão adquiridas pelo governo para a montagem de leitos de UTI completos , sendo que nove foram destinadas ao município de Cacoal, e as outras 41 são para Porto Velho.

A carga aterrizou no hangar do governo, na capital, por volta das 9h, e, além do secretário de Saúde e do comandante geral do Corpo de Bombeiros, coronel BM Demargli Costa Farias, também estiveram na recepção dos produtos representantes de órgão de controle como a Controladoria Geral do Estado (CGE), o Ministério Público do Estado (MPE/RO) e ainda deputado estadual Dr. Neidson, da Comissão da Saúde da Assembleia Legislativa do Estado (ALE/RO), o vereador Maurício Carvalho e a deputada federal Mariana Carvalho.

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA