Neste mês, são realizadas, em todo o país, programações voltadas para a promoção e conscientização da segurança e da saúde no ambiente de trabalho em alusão ao Abril Verde. Em Porto Velho, o Departamento de Vigilância em Saúde, vinculado à Secretaria Municipal da Saúde (Semusa), aderiu à iniciativa. Segundo a técnica Ivanice Velasques Gonçalves, da Vigilância Epidemiológica, é importante fazer com que esta mensagem chegue ao maior número de pessoas.

 

“Nós apoiamos aderindo à campanha e incentivando as empresas e instituições a realizarem palestras, debates, seminários, campanhas publicitárias e outras mobilizações para conscientizar a população a respeito da saúde e segurança nos ambientes de trabalho. As vítimas devem ser vistas, não como números, mas como trabalhadores que saíram para a jornada diária e não retornaram às famílias”, diz Ivanice.

 

O Abril Verde foi criado para que seja estabelecida uma nova cultura de redução e eliminação de acidentes no trabalho e doenças ocupacionais. O movimento é caracterizado no calendário nacional com o laço da cor verde, que corresponde à Segurança no Trabalho.

 

 

CUIDADO

O enfermeiro e coordenador do Serviço de Segurança e Medicina do Trabalho (SESMT), Valdir Alves do Nascimento, destaca que a Semusa não poderia ficar de fora de uma ação tão importante à saúde dos trabalhadores. “Temos a programação das campanhas de saúde anuais, que acompanham as que são organizadas pelo Ministério da Saúde (MS)”, explica.

 

Servidores da saúde contam com o Ambulatório de Saúde do ServidorServidores da saúde contam com o Ambulatório de Saúde do Servidor

Cada Unidade Básica de Saúde (UBS) de Porto Velho tem um profissional capacitado para viabilizar a prevenção de acidentes e riscos biológicos. Há um fluxo que inicia quando um servidor é acidentado com perfuro-cortante, por exemplo. Inicialmente é feito um relatório e o servidor é encaminhado para exame minucioso e humanizado.

 

Um dos projetos voltados para a saúde do servidor da Semusa é o Ambulatório de Saúde do Servidor/CIPA. “Este ambiente foi criado para atender, diagnosticar, tratar e acompanhar a recuperação e reabilitação para que o retorno do trabalhador seja feito de forma segura”, explica Valdir Alves.

 

O conceito vigente no âmbito da secretaria tem a informação e a prevenção como pilares e a pandemia de Covid-19 é um exemplo da forma como é aplicado. “Temos ainda o acompanhamento médico, coleta de exames e monitoramento do servidor”, acrescenta Valdir, lembrando que ainda são executados atendimentos na área de psicologia por agendamento telefônico.

 

MOVIMENTO

O Abril Verde foi instituído por iniciativa de sindicatos canadenses e levou em consideração um acidente em que 78 operários morreram quando a mina em que trabalhavam, no estado da Virgínia (EUA), explodiu, em 28 de abril de 1969.

O movimento foi endossado pela Organização Internacional do Trabalho (OIT), em 2001. No Brasil, em maio de 2005, foi promulgada a Lei N°. 11.121, que criou o Dia Nacional em Memória das Vítimas de Acidentes e Doenças do Trabalho.

 

 

Texto: Etiene Gonçalves
Fotos: Leandro Morais, Wesley Pontes

 

Superintendência Municipal de Comunicação (SMC)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui