A Polícia Rodoviária Federal (PRF) em Vilhena, durante fiscalização na BR 364, constatou crime fiscal, em transporte de mercadoria com nota fiscal irregular, em nome de empresa desativada. A ocorrência foi registrada no domingo (18).

O motorista afirmou que o material foi carregado no estado de Minas Gerais e tinha como destino final municípios da região central de Rondônia. O homem foi conduzido para registro da ocorrência.

No total, 43.080 garrafas de cachaça, envasados em embalagens de 500 ml e também de 1 litro, transportados no compartimento de carga de uma carreta, foram identificados e encaminhados à Secretaria de Estado de Finanças (SEFIN).

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui