Academias e alunos devem seguir recomendações de prevenção ao coronavírus em Rondônia

Academias e alunos devem seguir recomendações de prevenção ao coronavírus em Rondônia

Porto Velho, RO Para a reabertura parcial ou total das academias de esporte de toda modalidade, o protocolo com recomendações sanitárias para intensificar as ações de prevenção relacionadas à Covid-19 estão previstas na Nota Técnica nº 34 de 2020, da Agência Estadual de Vigilância em Saúde (Agevisa).

Com o objetivo de que o setor e os clientes estejam preparados para esse momento novo, a principal medida é evidenciar a preocupação em manter a saúde e bem-estar de colaboradores e clientes até que tudo volte à normalidade, ou até que sejam estabelecidas novas formas de ambientalização ao longo das experiências à partir do distanciamento social controlado para a pandemia do coronavírus no estado.

Para tanto, as recomendações começam pela marcação de horários para as aulas e treinos, evitando aglomerações. As academias também devem fixar horários ou áreas exclusivas para o atendimento de idosos a partir de 60 anos de idade, assim como aos grupos de risco.

É obrigação do estabelecimento limitar a 40% da área de circulação interna o fluxo e permanência de pessoas. Em caso de filas para entrada, a distância de dois metros deve ser mantida entre as pessoas.

Os documentos de licenciamento emitidos pelo Corpo de Bombeiros devem ser fixado na entrada no local de forma visível. Um intervalo de 15 minutos deve ser estabelecido entre cada aula, para total higienização dos materiais utilizados. Espaços de academia que possuam piscinas ou centros de natação ou hidroginásticas ainda não podem ser reabertos.

Além disso, totens com dispensadores de álcool em gel a 70%, ou um funcionário usando máscara devem ser disponibilizados na entrada da academia para borrifar o produto nas mãos dos clientes. A temperatura corporal dos alunos também deve ser medida na entrada. Crianças até 12 anos não podem entrar nos estabelecimentos. Todos as pessoas devem usar máscaras.

SISTEMA DE AR

Um intervalo de 15 minutos deve ser estabelecido entre cada aula

A renovação de ar nos ambientes deve ser mantida conforme exigida pela legislação, e os filtros de ar condicionado devem ser trocados a cada um mês, devendo ser limpos a cada 15 dias com registros. Mesmo com o uso dos aparelhos, a ventilação dos ambientes deve ser adequada.

A nota descreve critérios detalhados para itens e espaços de uso comum, e proíbe a permanência de alunos nos estabelecimentos após a realização do treino ou aula, e recomenda a forma correta de higienização de equipamentos como as máquinas de cartão de crédito, sanitários, destinação adequada do lixo e cuidados com os colaboradores.

Para o personal trainer, Bruno Azevedo, o retorno das atividades nas academias é necessário para os trabalhadores e empreendedores do setor. “As duas academias onde eu atendo, só retornarão na próxima segunda-feira porque estão se adequando às normas de prevenção exigidas, modificando um pouco a estrutura e disposição de equipamentos para manter o distanciamento. Os profissionais da área estão muito empenhados em fazer o que for necessário para a segurança de todos. Passamos 90 dias sem exercer a função, e todo mundo está querendo trabalhar e ajudar para que o retorno seja positivo”.

Considerando que a responsabilidade é muito maior, o personal diz que a saúde deve ser preservada, e ainda observa que a população é a principal responsável por respeitar e levar a sério as recomendações.

Fabiana Gusmão, de 22 anos, estudante de Engenharia Civil, é frequentadora de academia e declara que os treinos fazem parte de sua rotina. “Eu frequento academia porque tenho uma rotina estressante de trabalho e estudo. Vou à academia depois das 23 horas e sempre achei um ambiente seguro. Agora com a pandemia, gostaria muito de voltar a frequentar, mas para me sentir segura espero que todas as normas técnicas sejam seguidas à risca”.

Os treinos para a acadêmica auxiliam não só na saúde física como mental. “A prática dos exercícios físicos faz bem não apenas para meu corpo, mas para minha saúde mental, sendo um grande aliado, pois o isolamento social aumentou a minha ansiedade”.

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA