O Governo de Rondônia, por meio da Secretaria de Estado da Justiça (Sejus), realizou a entrega de materiais esportivos confeccionados por reeducandos para o município de Candeias do Jamari, na quarta-feira (17). Foram doadas 30 bolas de campo, 25 bolas de futsal, quatro pares de rede de campo e cinco pares de redes de futsal.

Todo material entregue foi produzido por mão de obra reeducanda, em fábrica instalada na Penitenciária de Médio Porte, conhecida por Pandinha, em Porto Velho, através do “Projeto Pintando a Liberdade”.

Na oportunidade, foi firmada parceria entre Sejus e Prefeitura do Município de Candeias do Jamari para que os reeducandos confeccionem materiais esportivos e também todos os uniformes para o município. Através dessa parceria, será firmado um convênio para a contratação da mão de obra reeducanda nos órgãos públicos do município.

Reeducandos que participam do “Projeto Pintando a Liberdade”, são beneficiados com a remissão de pena

“Essa doação que abriu as portas para a parceria ser firmada com a Prefeitura de Candeias é de extrema importância para a comunidade local. Essa parceria possibilitará às crianças, jovens e adolescentes em situação de vulnerabilidade social, alternativas socioeducativas através do esporte, bem como, contribuirá para a ressocialização, uma vez que todo o material esportivo será produzido pelos internos”, ressaltou Fábio Recalde, gerente de Reinserção Social.

Os reeducandos que participam do “Projeto Pintando a Liberdade” têm remissão de pena prevista na Lei de Execução Penal, a cada três dias trabalhados se reduz um dia da pena.

Na ocasião estiveram presentes o secretário de Justiça, Marcus Rito, o gerente de Reinserção Social, Fábio Recalde, coordernador do projeto, Elias Rodrigues, o prefeito de Candeias do Jamari, Valteir Queiroz, o vice-prefeito, Antônio Onofre, o gestor da Secretaria Municipal de Cultura, Esporte e Lazer (Semcel), Cézar Carlos, e o presidente da Câmara Municipal, Aussemir Almeida.

O Governo de Rondônia tem trabalhado para que ações como estas sejam realizadas em prol da sociedade, a afim de que parcerias deste cunho sejam concretizadas, onde o reeducando é contemplado com trabalho e através dele beneficiado com a remissão de pena e ressocialização social.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui