Todos os 18.226 idosos acima de 80 anos, moradores de Rondônia devem ser imunizados, com a vacina de combate à Covid-19 entregue aos municípios pelo Governo de Rondônia, por meio da Agência Estadual de Vigilância em Saúde (Agevisa). Quem já recebeu a primeira dose, recomenda: “É preciso tomar a vacina para nosso bem. Peço às pessoas, que quando chegar sua vez, se vacinem. É necessário para nós. Vocês vão ser bem tratados. Vão lá, tomem, não tem nenhum efeito colateral, eu tomei e está tudo normal”.

Com essas palavras, dona Mirtes Arcanjo de 89 anos, moradora de Porto Velho, resume a experiência da vacinação, realizada no mês de março, quando as vacinas começaram a ser aplicadas no público com idade entre 80 e 89 anos. Ela e o esposo, Miguel Arcanjo, de 95 anos receberam a primeira dose do imunizante.

Eles fazem parte do grupo dos 18.226 idosos com 80 anos ou mais, prioritário para a primeira fase da campanha de vacinação contra a Covid-19.  Deste número, até o momento 17.620 já receberam a primeira dose da vacina e 5.290 tomaram a segunda dose do imunizante. As doses que chegaram a Rondônia e que foram distribuídas aos municípios prevê a imunização de 100% deste grupo.

“Causa um certo alívio saber que esse grupo, extremamente vulnerável, está sendo imunizado, é que a vacina contempla todos”, diz Ana Flora Gerhardt, diretora geral da Agência Estadual de Vigilância em Saúde.

Ivo Barbosa, coordenador estadual de Imunização da Agevisa ,explica que os dados sobre a população vacinada estão sendo informados no Painel Covid-19 do Governo de Rondônia. “Os municípios estão informando. Cada um em seu ritmo, mas estão. Percebemos que as equipes estão empenhadas em vacinar, claro, é o mais urgente, mas não devemos esquecer de alimentar o sistema (Painel Covid), que é o que apresenta os dados do público vacinado para nossa população”, lembra.

IDOSOS DE 75 A 79 ANOS COMEÇAM A SER VACINADOS:

Outro grupo de idosos começou a ser vacinado em Rondônia: os que estão na faixa etária entre 75 a 79 anos, com a chegada de mais um lote da Vacina CoronaVac ao Estado, na quarta-feira (17). Os agendamentos e vacinação estão sendo feitos pelas prefeituras municipais, mediante a entrega realizada nas Regionais de Saúde que contemplam as regiões de Ariquemes, Ji-Paraná, Rolim de Moura, Cacoal e Vilhena.

Mesmo com a chama de esperança acesa, mediante a vacinação da população prioritária da campanha, Ana Flora Gerhardt lembra que as medidas de prevenção permanecem como alternativa viável para combater à Covid-19. “Mesmo quem já foi vacinado precisa manter os cuidados: não se expor, usar máscaras e distanciamento social, para a preservação de sua saúde e do próximo”, reforça.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui