Prefeitura de Cacoal promove mutirão de reflorestamento no antigo lixão

 

A Prefeita Glaucione Rodrigues acompanhou na manhã de domingo (16), o mutirão de reflorestamento no antigo lixão de Cacoal.  O local que por 35 anos abrigou os resíduos sólidos produzidos na cidade e foi desativado definitivamente no início do mandato desta administração em 2017. O trabalho marca a primeira etapa da recuperação ambiental do espaço situado na Rodovia Everaldo Góes (RO-383), principal ponto de acesso ao Aeroporto Capital do Café e a outros municípios da região.

A ação foi coordenada pela Prefeitura por meio da Secretaria Municipal do Meio Ambiente- SEMMA com a participação e apoio da Associação Desportiva Ecológica dos Pescadores de Cacoal-ASDEC e participação dos moradores do entorno. Mais de 1000 mudas frutíferas foram plantadas por meio do Programa de reflorestamento e Recuperação de Áreas Degradadas-PRAD.

“Trata-se de um grande trabalho que iniciamos para a recuperação ambiental de um local onde, por décadas, só se via lixo. Agora a Prefeitura está iniciando o plantio de árvores, para que em um futuro próximo possamos ter uma grande área verde, já que este local é acesso continuo a outros municípios, ao nosso aeroporto e principalmente por ser próximo uma escola. É uma área privilegiada, pois possui um total de 70 mil metros quadrados”, disse a Prefeita.

O fechamento do lixão foi atendendo uma determinação da Justiça, que através de uma ação civil pública impetrada pelo Ministério Público de Rondônia- MP-RO no ano de 2014 determinou o fim das atividades no referido local. Desativado inicialmente em 2011, a população continuava utilizando o espaço para despejo de resíduos inadequados e era utilizado também como um depósito de entulhos de construção civil e podas de árvores.

 

A prefeita decidiu que a administração não iria recorrer à determinação por entender que era preciso dar uma destinação correta para aquele espaço, tendo em vista que a instalação não era em um local apropriado, então em novembro de 2017 deu  ordem  para a retirada de todo o lixo depositado no local, desativando definitivamente o lixão.

Além de se tratar de um trabalho de educação ambiental por envolver a população na recuperação, a arborização contribui para muitos outros benefícios ambientais. O Reflorestamento recupera o ecossistema degradado, controla a contaminação do solo e reduz o processo de aquecimento global, além de contemplar com o embelezamento da paisagem e reduzir a poluição da cidade.

 

Fonte: Assessoria- ASCOM

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA