Governo de Rondônia homenageia servidores no dia do funcionário público aposentado

Governo de Rondônia homenageia servidores no dia do funcionário público aposentado

Porto Velho, RO- A aposentadoria é um momento muito importante na vida do trabalhador, por isso, no dia 17 de junho é comemorado o dia do funcionário público aposentado, onde o Instituto de Previdência dos Servidores Públicos do Estado de Rondônia (Iperon) parabeniza a todos.

Depois de atuar por muitos anos e passar boa parte de suas vidas no trabalho é comum que o aposentado se sinta um pouco perdido quando se depara com o tempo livre que agora tem. De acordo com a psicóloga do Iperon, Maria Enilsa Januário, a aposentadoria é como o final de um ciclo, pois “representa o momento que a pessoa de certa forma, desliga-se formalmente de um trabalho que laborou durante décadas. Podemos considerar a aposentadoria o final desse ciclo formal e a possibilidade do início de outras atividades, que por motivos diversos não puderam ser colocadas em práticas em outras ocasiões”.

Renée Rivero foi técnica previdenciária no Iperon por 25 anos, antes desse período também atuou no serviço privado. “Está sendo muito positivo e tranquilo, é natural que eu continue a estimular a mente de forma constante, uma boa prática é dedicar-se a aprender algo novo. Assim o cérebro permanece sempre ativo. Estou fazendo alguns cursos on-line para preencher o tempo”, relata a aposentada.

Renée conta que já conseguiu descansar e também criar uma nova rotina, agora sem correria, sem estresse e segundo ela sempre pensando no seu bem estar. “Para muitas pessoas é bem difícil a ruptura dessa relação com o trabalho, já que foram vários anos executando aquele trabalho, a rotina, os hábitos, a convivência com as pessoas etc. Já para outras pessoas, o momento da aposentadoria é muito esperado para realizar sonhos, viagens, antigos projetos, dentre outras questões. Em todo caso, esse momento de grande mudança que é a aposentadoria deve ser pensado, planejado nas variadas dimensões: financeiro, familiar e pessoal”, declara a psicóloga Maria Enilsa.

“Fiz alguns planos de viajar bastante quando terminar essa pandemia, continuar fazendo atividades físicas para manter o corpo e mente saudável e realizar alguns projetos missionários e voluntários. Dedicar mais tempo aos netinhos, filhos e noras. Curtir mais a família com qualidade de vida”, declara a aposentada Renée.

O Iperon promove anualmente o “Humanizando a Aposentadoria”, evento voltado para os aposentados em um dia de reflexões sobre como vivenciar a aposentadoria de forma saudável, tanto fisicamente, como emocionalmente. Com dinâmicas e palestras, o evento auxilia no bem estar dos servidores aposentados. O conselho da psicóloga aos já aposentados e para os servidores que estão prestes a se aposentar é que, “para ter uma aposentadoria saudável, é preciso cuidar da saúde física e mental, da alimentação, praticar atividade física, se ocupar com novas atividades. O planejamento é a palavra chave. É você perguntar pra você mesmo o que você gosta de fazer. Daí a partir disso, você começar a colocar em prática o que você vai fazer com esse tempo livre para não ficar na ociosidade na aposentadoria”, finaliza a psicóloga.

Depois de tantos anos voltados ao trabalho e a uma rotina é importante o aposentado se lembrar que esta nova fase não é o fim, é o começo.

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA