Porto Velho é um dos pioneiros no desenvolvimento de ambiente próprio de aprendizagem virtual na rede pública

Porto Velho, RO -A Prefeitura de Porto Velho, por meio da Secretaria Municipal de Educação (Semed) desenvolveu, de maneira a ser uma das pioneiras no país, um ambiente próprio de aprendizagem virtual na rede pública de ensino. A ferramenta foi disponibilizada para educação municipal pelo prefeito Hildon Chaves. Essa mesma ferramenta é utilizada nas faculdades particulares de vários Estados brasileiros.

A Semed realizou na tarde de quarta-feira (15), uma reunião por vídeoconferência com 90 gestores de escolas da zona urbana de Porto Velho, com objetivo de avaliar e alinhar a realização das atividades não presenciais que estão sendo ofertadas por meio da Plataforma AVA: Porto Velho Educação Virtual, bem como por outras ferramentas utilizadas pelas escolas.

A partir de agora, cada escola vai elaborar um plano de continuidade pedagógica ouvindo seus principais atores, ou seja, professores, família e gestores. Atualmente existem 7.500 alunos cadastrados na plataforma virtual. E a partir do dia 20 de abril de 2020 será contabilizado como dia letivo 4horas/aula cada dia efetivo de trabalho escolar a distância que já foi autorizada e normatizada pelo Conselho Municipal de Educação por meio das Resoluções 07 e 08 de 2020.

As escolas que estavam realizando desde o início da suspensão das aulas também terão a contabilização das aulas.

A preocupação do Prefeito Hildon Chaves e do secretário da pasta da educação é fazer com que todas as crianças tenham acesso à internet e quanto aos que não tem, além das atividades virtuais, as escolas vão disponibilizar as atividades impressas para os alunos e o responsável poderá buscar na escola semanalmente a partir do dia 20 de abril, na coordenação pedagógica. Isso, para que haja equidade, mesmo em momento de crise.

Um exemplo de escola que está desenvolvendo esse atendimento diferenciado é a Escola Municipal de Ensino Infantil e Fundamental Guadalupe, que desde o início do ano letivo de 2020 adotou grupos de whatsapp, da educação infantil ao ensino fundamental, totalizando 14 grupos, tendo o consentimento dos pais e registro feito em ata, para facilitar o contato entre escola e família.

No mês de março, após o decreto 16.597 de 18 de março de 2020, a adjunta da Semed, Glacia Negreiros comunicou que haveria a disposição de pais e professores a plataforma AVA, onde seria disponibilizado orientações e atividades para os alunos. A partir daí foi comunicado para a comunidade escolar sobre a importância e a necessidade de estar inscrito na plataforma.

Desde o princípio das orientações feitas do mês março, os professores estão empenhados em ministrar suas aulas através da ferramenta de whatssap. Eles se reinventaram para o cumprimento dos seus planejamentos, tendo como principal ferramenta o livro didático aliado ao AVA, criando aulas com vídeos, músicas, áudios, chamadas virtuais, orientando pesquisas, entre outros e aos pais que não podem fazer impressão das atividades foi orientando a transcrição no caderno.

Estão sendo disponibilizadas todas as formas possíveis para que todos os alunos participem. Grande parte dos pais já aderiu as aulas online, e está seguindo toda a rotina proposta pelos professores. Os professores estão seguindo suas aulas conforme seus horários e são poucos os pais que ainda não se manifestaram. Diante dessa realidade, a orientadora da escola entrará em contato com os pais para saber o que impedem que participem das aulas online.

Aos alunos que não conseguirem acessar e participar das aulas, haverá um planejamento específico para que não fiquem prejudicados no ensino, sendo esses planejamentos feitos por toda equipe gestora e professores.

A direção, supervisão, orientação, professores e secretárias das escolas estão empenhados em buscar estratégias possíveis para juntos com os pais e escola superarem este momento, dar o suporte necessário e possível para que se alcance uma grande adesão de todos os alunos. Essa realidade só será possível se os pais forem parceiros e contribuírem para o bom desenvolvimento do aprendizado.

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA