A Prefeitura de Porto Velho vai lançar nas próximas semanas o edital de licitação para a construção de calçadas em quatro distritos do Baixo Madeira. A ideia, além de oferecer mais conforto às comunidades das regiões contempladas, é dar cumprimento às ações previstas no Plano de Governo, apresentado pelo prefeito Hildon Chaves. O investimento previsto é de R$ 5 milhões.

Os recursos próprios da municipalidade estão garantidos. O projeto básico já foi arquitetado e elaborado após visitas realizadas aos distritos de Calama, Demarcação, São Carlos e Nazaré, ainda no ano passado e está sob a responsabilidade da Empresa de Desenvolvimento Urbano (Emdur). “O procedimento já está bem adiantado e, em breve, faremos a licitação para a escolha da empresa terceirizada que fará o trabalho com a expectativa de conclusão ainda em 2021”, disse o diretor técnico da Emdur, Eduardo Pires.

Pires reconheceu a grandiosidade da proposta e, ainda, a dificuldade de execução da construção das calçadas tendo em vista que é necessária uma grande estrutura logística para o deslocamento até o Baixo Madeira. “Tudo isso foi pensado. Lá nos distritos, por mais que não tenha muitos carros populares, têm os tratores. Tanto que, as calçadas serão realizadas em alguns pontos com fortalecimento, visando o tráfego de veículos pesados”, informou.

Neste momento, há uma dedicação estratégica de tempo visando garantir o transporte dos materiais para o outro lado do rio. Desta forma, a prioridade é fazer a parte de licitação e dar a ordem de serviço, antes do rio Madeira baixar, pensando justamente na questão logística. “Essa será uma preocupação da empresa vencedora, que deverá fazer a contratação de balsas para levar a estrutura necessária à execução do trabalho. Mas, não queremos que atrase a obra”, analisou Pires.

Diretor técnico da Emdur, Eduardo PiresDiretor técnico da Emdur, Eduardo Pires

 

BENEFÍCIOS

A somatória de residentes nos quatros distritos superam 10 mil pessoas. Com este investimento, há uma ação que vai muito além de infraestrutura urbana, ou seja, ofertará mais dignidade àquelas comunidades, uma preocupação constante do prefeito Hildon Chaves.

“São comunidades muito carentes, onde a energia ainda é feita por combustão (óleo diesel) e tem a dificuldade da distância e locomoção até o Município-Sede, seja por questões de busca por soluções em saúde ou não, onde o obstáculo maior é por estarem do outro lado do rio”, reconheceu Pires. Para ele, o que a Prefeitura puder fazer visando maior qualidade de vida àquelas populações, com certeza, será feito.

 

INFRAESTRUTURA DO TRABALHO

O Projeto Básico e de Execução foi pensado para atender quatro distritos. Em Calama serão 27 ruas contempladas, divididas em quatro setores (19.114,60 m²), Nazaré terá 13 ruas beneficiadas, divididas em dois setores (9.064,74 m²), Demarcação contará com quatro (4) ruas apreciadas (3.694,72 m²) e São Carlos receberá atenção em 20 ruas (19.293,87 m²). Ao todo, serão construídos 51.167,93 m² de calçadas, nestas localidades.

 

Texto: Etiene Gonçalves
Fotos: Leandro Morais

 

Superintendência Municipal de Comunicação (SMC)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui