O Governo de Rondônia, por meio do Departamento Estadual de Estradas de Rodagem e Transportes (DER) avança com frentes de trabalho na região de Ouro Preto do Oeste. No primeiro trimestre de 2021, a 3ª Residência Regional do DER tem atuado em 113 dos 300 quilômetros que estão sob sua responsabilidade na região Central do Estado.

Apesar do período chuvoso, as frentes de trabalho seguem com atenção para recuperar rodovias com maior risco de atoleiros. De acordo com gerente regional do DER em Ouro Preto do Oeste, Boby Gil, o maior desafio para as equipes tem sido as mineradoras de água que estão sob a malha viária. “Estamos fazendo serviços de drenagem nesses mineradores para evitar que se formem atoleiros, muito comuns nessa época do ano.

Na RO-470, na região de Mirante da Serra, a drenagem e o levantamento de greide evitam a formação de atoleiros

É uma determinação do governador, coronel Marcos Rocha, manter toda a malha viária do Estado com trafegabilidade e assim evitar interrupção do tráfego que prejudicaria e muito a economia, tendo em vista que o escoamento da produção depende dessas rodoviais”.

Ainda de acordo com o gerente, os drenos são importantes para evitar esses pontos críticos de atoleiro. “Com a própria terra do dreno, nós fazemos o levantamento do eixo da estrada, tipo levantamento de greide, que é a inclinação vertical do eixo da estrada com aclives e declives ajustados por uma curva. As curvas verticais servem para unir de modo confortável e seguro as rampas de subida e descida. Quanto menor o greide, menor será a declividade e, consequentemente, espera-se uma maior velocidade no transporte”, explica Bob Gil.

RO-470

Na rodovia 470, num trecho de 60 quilômetros, que vai da BR-364 ao município de Mirante da Serra, passando por Nova União, Mirante da Serra e Ouro Preto do Oeste, o trabalho se concentra na manutenção e recuperação do pavimento. “Estamos realizando a limpeza de placas de sinalização com a roçada manual em sarjetas, meio fio e galerias, além da limpeza lateral da vegetação com motoniveladora. A partir desta semana vamos começar a atuar num trecho de 26 km da linha 84 que vai até próximo a uma das aldeias da Terra Indígena Uru-eu-aw-aw no município de Mirante da Serra”.

RO-010

Na rodovia 010, no trecho de 27 quilômetros entre as rodovias 470 e 464 que interligam os municípios de Mirante da Serra e o distrito de Tarilândia, em Jaru, foram realizados serviços de patrolamento com reconformação de plataforma, cascalhamento com execução de revestimento primário, além de limpezas de vala de drenagem, descida d’água e desobstrução de bueiro. “Estão faltando apenas 10 quilômetros para concluir o trabalho na RO-010”, pontou o gerente, garantindo que os serviços na região vão continuar.

Limpeza lateral da vegetação na RO-470 entre Mirante da Serra e Ouro Preto

OUTRAS FRENTES DE TRABALHO

Assim que passar o período chuvoso, outras frentes de trabalho se preparam para atuar em outras rodovias da região Central do Estado. De acordo com a programação da 3ª Residência Regional estão previstos trabalhos na RO-475 no trecho entre as RO-135 e RO-470 que liga Vale do Paraíso à Rondominas; RO-133 no trecho entre a RO-470 e RO-135  que vai do distrito de Rondominas em Ouro Preto do Oeste a Ji- Paraná; RO 473, saindo da BR-364 até Teixeirópolis e Urupá; RO-474 do trecho da RO-133 à RO-475 também no distrito de Rondominas em Ouro Preto do Oeste; RO-470, no trecho que vai da RO-475 ao Rio Jaru que liga o distrito de Santa Rosa a área urbana do município de Vale do Paraíso; Na RO-470, as frentes de trabalho se concentram no trecho que vai da BR-364 ao município de Vale do Paraíso; na RO-135, no trecho da RO-133 à RO-475 em Ji-Paraná e na RO-133 e no trecho que liga a RO-470 ao distrito de Bom Jesus em Vale do Paraíso.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui