Sesau articula ações com órgãos de pesquisa para enfrentamento do coronavírus em Rondônia

Sesau articula ações com órgãos de pesquisa para enfrentamento do coronavírus em Rondônia

Porto Velho, RO – O Governo de Rondônia, por meio da Secretaria de Estado da Saúde (Sesau), tem alinhado ações com entidades e órgãos públicos para enfrentamento do coronavírus. No sábado (11), o secretário da Sesau, Fernando Máximo, esteve reunido com representantes da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), do Instituto Federal de Rondônia (Ifro), da Universidade Federal de Rondônia (Unir), do Laboratório Central de Rondônia (Lacen) e do Centro de Educação Técnico Profissional na Área da Saúde (Cetas) para discutir ações voltadas à educação, pesquisa, tecnologia e outras áreas que possam contribuir nessa “guerra” contra a pandemia.

“Nós temos aqui pesquisadores, cientistas e professores que se unem em prol do combate à pandemia. O objetivo é unir ações para definirmos soluções”, destacou o secretário de saúde.

A Fiocruz apresentou propostas e projetos desenvolvidos pela fundação quanto ao combate do coronavírus, e junto à Unir devem fornecer aparelhos e profissionais capacitados para ajudar na coleta e realização dos exames. O Ifro vem atuando com a produção de máscaras e materiais de proteção, além de projetos e pesquisas na área.

Além desses órgãos, a Sesau tem reunido diariamente por videoconferência com demais órgãos importantes para juntos montarem estratégias que possam chegar a soluções objetivas. O governo do Estado foi elogiado pela rápida ação perante a pandemia, antes dos primeiros casos surgirem no Estado.

Rondônia conta hoje com um local específico para atender casos de pacientes internados com Covid-19. O Centro de Medicina Tropical de Rondônia (Cemetron) foi equipado para atender os pacientes e conta ainda com hospitais de retaguarda equipados e com profissionais preparados.

“Além dessa reunião, tivemos uma videoconferência com as equipes de saúde do Cemetron para discutirmos protocolos de uso da Hidroxicloroquina para pacientes com Covi-19. Tivemos um dia produtivo e isso muito nos alegra por estamos unindo forças em prol de soluções para o coronavírus em Rondônia”, concluiu Fernando Máximo.

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA