Vilhena: com criança passando mal, pais vão a Hospital e pediatra se nega a atender

(Foto: Ilustrativa)

O caso envolvendo omissão de socorro aconteceu em um Hospital privado de Vilhena, durante a tarde do último sábado (12 de janeiro), onde a vítima de um ano e seis meses teria dado entrada. Para explicar a negativa no atendimento, o médico em questão teria dito que não atendia pacientes do plano aos fins de semana.

De acordo com o depoimento prestado pela vítima, essa teria levado seu filho várias vezes ao Hospital, pois a criança estava com febre constante. No qual, em determinado momento conseguiu atendimento de uma médica clínica que informou precisar da opinião de um pediatra.

Entretanto, a vítima foi informada de que não havia nenhum pediatra no Hospital. Algum tempo depois se deparou com um médico especializado no tratamento de crianças e pediu sua ajuda. A resposta do pediatra seria de que ele não atendia aos finais de semana, e mesmo o vilhenense oferecendo pagamento fora do plano de saúde, ele continuou a negar o atendimento.

Dessa forma, a vítima procurou a Unidade Integrada de Segurança Pública (UNISP) de Vilhena para registrar boletim de ocorrência por omissão de socorro.

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA