Prefeito e direção do Hospital Regional anunciam cura do primeiro caso confirmado covid-19

Prefeito e direção do Hospital Regional anunciam cura do primeiro caso confirmado covid-19

Porto Velho, RO O prefeito Eduardo Japonês se reuniu nesta tarde com a direção clínica do Hospital Regional de Vilhena (HRV), sob responsabilidade do médico André Oliveira, e recebeu uma boa notícia: a única paciente confirmada para covid-19 em Vilhena já está curada, após cumprir quarentena. A notícia foi anunciada por meio de vídeo e trouxe ainda a revelação de que o prefeito apoia a reabertura do comércio em Vilhena a partir de segunda-feira, dia 13.

“Parabenizo a todos que estão respeitando as normas de segurança que as autoridades de Saúde estão recomendando. Nossa guerra está sendo intensa e cada vitória podemos comemorar. Conforme nosso quadro epidemiológico no município melhorar, portanto, poderemos voltar nossa vida ao normal. Já estamos debatendo as flexibilizações possíveis no Comitê para a segunda-feira, 13”, explica o prefeito Eduardo Japonês.

De acordo o diretor clínico do HRV, o médico André Oliveira, a Secretaria Municipal de Saúde está atenta a todos os casos. “A paciente cumpriu rigorosamente a quarentena, ficando inclusive na zona rural. Tendo passado o período de quarentena estipulado pelo Ministério da Saúde, de 14 dias desde o aparecimento do primeiro sintoma, ela já está bem, sem nenhum sinal da doença e também já não transmite para outras pessoas, podendo ser liberada do isolamento”, comenta o diretor clínico, André.

A cidade recebeu o resultado de mais exames que serão divulgados no boletim, no início da noite. Portanto, os dados sobre outros casos, citados pelo prefeito no vídeo, poderão ser alterados pela chegada de novos exames.

Ambos reforçam os pedidos de cuidados à população para lavar sempre as mãos, evitar contato física, manter distância segura de 2 metros de outras pessoas, manter ambientes higienizados e ventilados, entre outras medidas de prevenção expressas nos meios de comunicação da Prefeitura e no decreto municipal n° 48.875.

Assista ao vídeo em:

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA