Equipe técnica do DER fiscaliza obra de esgotamento sanitário em Ji-Paraná que atenderá mais de 29 mil residências

Equipe técnica do DER fiscaliza obra de esgotamento sanitário em Ji-Paraná que atenderá mais de 29 mil residências

Porto Velho, RO – O Departamento de Estradas de Rodagem, Infraestrutura e Recursos Públicos (DER) de Rondônia realizou uma visita técnica à principal obra pública em Ji-Paraná, a construção e instalação da rede de esgoto no município. Com recursos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) na ordem de R$ 150 milhões, serão entregues mais de 440 quilômetros de tubulação e uma Estação de Tratamento de Esgoto, para atender mais de 29 mil residências.

Cumprindo uma determinação do governador de Rondônia, coronel Marcos Rocha, para executar serviços de qualidade que atendam a população com eficiência e faça bom uso dos recursos públicos, o diretor-geral do DER, coronel Erasmo Meireles e Sá, apresentou na oportunidade a equipe técnica responsável pela fiscalização da execução do projeto e aplicação dos recursos, e vistoriou o andamento dos serviços juntamente com o gestor do PAC em Rondônia, engenheiro Gilson Castro de Moraes.

“Selecionada com profissionais capacitados, a equipe de fiscalização da obra está atenta para fazer um trabalho sério, honesto, transparente e de qualidade no município de Ji-Paraná, fazendo bom uso dos recursos públicos”, diz Meireles.

A equipe conta com um gestor do PAC, o engenheiro civil Gilson Moraes; a engenheira civil, com especialização em engenharia ambiental e saneamento básico, Paola Carvalho; o engenheiro civil, pós graduado em engenharia da segurança do trabalho com experiência em obras de saneamento básico, José Alves Magalhães Neto; o engenheiro civil Renan Rocha; o engenheiro florestal Saimon Carvalho Ferreira; e o integrante da equipe socioambiental, Manoel Borges Trindade.

O diretor-geral destaca também, que, “esta obra é fruto do esforço das esferas Federal, Estadual e Municipal de governo para o destravamento burocrático. Nosso governador, coronel Marcos Rocha, empenhou-se diretamente para que tudo estivesse de acordo com a lei e que as obras se iniciassem o quanto antes”.

Além dos empregos gerados no município e toda a importância da obra para a economia local, “o principal de tudo é a melhoria nas condições de saúde pública. Lembrando que saneamento básico é criança crescendo e se desenvolvendo, trabalhador produtivo, idoso com mais longevidade; é a saúde básica chegando pra valer na vida da população”, ressalta o diretor do DER.

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA