A Prefeitura de Porto Velho concluiu na sexta-feira (5), os procedimentos licitatórios para a compra de 1.800 gavetas destinadas a novos sepultamentos na cidade, como havia anunciado o superintendente municipal de Licitações, Guilherme Jaquini, atendendo recomendações do prefeito Hildon Chaves, que pediu prioridade.

Ele declarou que o certame realizado por meio do Pregão Eletrônico nº 022/21, teve como vencedora a empresa M Fruhauf, que administra o Cemitério Recanto da Paz, localizado na BR-364, em frente ao Campus Unir, que de acordo com o edital apresentou proposta com menor preço.

“Toda documentação referente a esse processo foi encaminhada a Procuradoria Geral do Município (PGM), que vai emitir o parecer jurídico. Após a emissão do parecer da PGM será realizada a homologação e, posteriormente, a nota de empenho para assinatura do contrato, o que deve ocorrer na próxima semana”, explica Jaquini.

O edital para a compra das gavetas foi publicado no dia 19 de fevereiro deste ano, devido o espaço no cemitério Santo Antônio, o maior cemitério público do município, ter atingido a sua capacidade máxima, em razão das mortes provocadas pela Covid-19.

LOTAÇÃO

De acordo com o secretário Wellen Prestes (Semusb), responsável pelo cemitério, de março de 2020 a fevereiro deste ano, 946 pessoas vítimas de Covid foram sepultadas no Santo Antônio.

Construído em 1975 e com 250 mil metros quadrados, o cemitério Santo Antônio atingiu sua capacidade máxima e não pode ser ampliado.

Para disponibilizar mais vagas em longo prazo, a Prefeitura trabalha com a perspectiva de uma Parceria Publico Privada (PPP) para construir um novo cemitério público em Porto Velho.

Texto: Augusto Soares
Fotos: SMC

Superintendência Municipal de Comunicação (SMC)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui