Em sessão extraordinária realizada na tarde deste domingo (7), o deputado estadual Anderson Pereira (PROS) votou favorável à aprovação do projeto do Governo, que Institui o Programa Estadual de Vacinação contra a Covid-19, o “Imuniza Rondônia”, criando o fundo para a captação de recursos para a compra de vacinas contra o coronavírus. Pela primeira vez na história, uma sessão foi realizada num domingo pelo Parlamento Estadual.

O outro projeto que entraria em pauta seria o que garantiria poder de Polícia a órgãos públicos para fiscalizar pessoas físicas e jurídicas e definiria multas para descumprimento de medidas necessárias para o combate ao Coronavírus. Mas o governador Marcos Rocha decidiu retirar essa última proposta.

De acordo com o projeto aprovado, os recursos do Imuniza Rondônia serão destinados exclusivamente à aquisição de doses de vacina e insumos necessários à aplicação. Ficou estimado o valor de R$ 100 milhões para investimento na imunização de pessoas residentes em Rondônia, e o Executivo está autorizado a abrir créditos adicionais. Desse total, R$ 50 milhões serão disponibilizados de imediato pelo Executivo. Os outros R$ 50 milhões deverão ser complementados pelo Tribunal de Justiça, Ministério Público, Defensoria Pública, Tribunal de Contas do Estado e Assembleia Legislativa. O restante, R$ 50 milhões ficariam por conta de emendas parlamentares estaduais e federais.

Durante discurso, o deputado Anderson disse que o melhor caminho para pôr fim de uma vez por todas com as mortes e o contágio em massa que assola a população rondoniense é a vacinação e parabenizou o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Alex Redano (Republicano), que firmou compromisso com os poderes em votar essa matéria, sem medir esforços convocou todos os deputados estaduais para uma sessão no dia de domingo, fazendo história em Rondônia na busca por melhorias para toda população.

“Sou totalmente contra o fechamento do comércio, não vejo o comércio como o principal motivador da disseminação do vírus, mas vejo as festas clandestinas, a indisciplina de algumas pessoas, o desrespeito às normas de saúde, jamais colocarei a culpa no comerciante que cumpre as normas e mantém o emprego de muitos pais de família que saem de casa sem saber se ainda terão como voltar com o alimento pra colocar na sua mesa”, destacou.

O parlamentar também defendeu inserir nos grupos prioritários para receber a vacina os profissionais da educação, segurança pública, as policiais Penal, Civil e Militar, profissionais que estão diretamente na linha de frente da pandemia.

“Rondônia sai na frente, com a aprovação do projeto, os poderes e a iniciativa privada já poderão doar para o fundo para salvar a vida das pessoas. Esse é o caminho: imunizar a nossa população”, finalizou Anderson Pereira.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui