Governo de Rondônia trabalha na recuperação da RO-370 para proporcionar escoamento da produção de soja

Governo de Rondônia trabalha na recuperação da RO-370 para proporcionar escoamento da produção de soja

Porto Velho, RO Importante polo agropecuário, o Cone Sul se destaca na cultura da soja, concentrando a maior parte da produção no Estado, estimada em 1,2 milhão de toneladas para a safra 2019-2020. O governo de Rondônia, por meio do Departamento de Estradas de Rodagem, Infraestrutura e Serviços Públicos (DER), vem trabalhando para proporcionar um escoamento cada vez mais rápido dessa produção e, consequentemente, tornar a soja do Estado mais competitiva no mercado.

Na região, a 1ª Residência Regional do DER fez recentemente um trabalho de recuperação da RO-370, entre Corumbiara e o distrito de Vitória da União. De acordo com o residente, engenheiro Lucas Poletto, foram executados na via os serviços de eliminação de curva perigosa, instalação de bueiro metálico, atenuação de aclive (rebaixamento de morro), além do serviço padrão de reconformação de plataforma (patrolamento) e recomposição de revestimento primário (encascalhamento).

O diretor-geral do DER, Elias Rezende, destaca que o órgão tem passado por mudanças na gestão desde o ano passado. Segundo ele, “com o acompanhamento contínuo do governador Marcos Rocha, conseguindo desenvolver um trabalho realmente voltado para eficiência, pelos resultados concretos de melhoria na malha viária, sob responsabilidade do governo de Rondônia”.

O DER vem buscando recuperar, manter e melhorar as condições das rodovias estaduais com qualidade e eficiência no uso dos recursos públicos, perfazendo cerca de 4.500 quilômetros de vias não pavimentadas e mais 1.500 quilômetros de rodovias pavimentadas nos 52 municípios de Rondônia. São 14 residências regionais e quatro usinas de asfalto responsáveis pela execução direta de todo este trabalho, além de auxiliarem as prefeituras em pontos críticos de gargalo, por meio de termos de convênio.

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA