Homem afirma estar sendo perseguido por homicidas e furta celular em laboratório de Hospital

(Foto: Ilustrativa)

O crime característico de furto aconteceu no laboratório do Hospital Regional de Vilhena, durante a noite de sábado (04 de janeiro). A vítima, de 51 anos, nem percebeu a ação do homem que saiu rapidamente do local.

De acordo com as informações, a vítima estava no local quando um homem de características e roupas comuns apareceu. Questionado, ele teria dito que estava se escondendo de pessoas que queriam atentar contra sua vida.

Rapidamente ele fugiu, momento em que a vítima percebeu que seu aparelho celular havia sido furtado. Uma busca no Hospital e imediações foi realizada, mas o suspeito não foi encontrado. O boletim foi registrado na Unidade Integrada de Segurança Pública (UNISP) de Vilhena, para que medidas aplicáveis possam ser tomadas.

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA