Empresária exposta nas redes sociais e ameaçada no WhatsApp recebe resultado: exames para Coronavirus deram negativo

Empresária exposta nas redes sociais e ameaçada no WhatsApp recebe resultado: exames para Coronavirus deram negativo

Porto Velho, RO – Uma garota de 28 anos, que chegou de avião em Vilhena no dia 23, passou a ser alvo de ameaças e está tendo seu nome e sua imagem expostos nas redes sociais, sob a justificativa de que ela seria a primeira paciente diagnosticada com Coronavirus em Vilhena.

O folha do sul on line recebeu um áudio, no qual a jovem é acusada de perambular pela cidade, mesmo tendo sido orientada a ficar em quarentena pelas autoridades de saúde. Em comentários nas redes sociais e em grupos no WhatsApp, a vilhenense é acusada de disseminar propositalmente a doença.

O site entrou em contato com uma irmã da moça e ela garantiu que as acusações não procedem. “Ela está isolada desde que chegou. Eu mesma nem mantive contato”, disparou a familiar, acrescentando que a vítima dos ataques irá à justiça cobrando reparações.

A empresária, que abriu uma distribuidora de bebidas em Vilhena, mora há 11 anos na Espanha, e vem à cidade regularmente. Ela trabalha como corretora e visita vários países do chamado “Velho Continente”. Uma das imagens mostradas para ofender a vilhenense é dela na Dinamarca.

Atualmente reclusa no condomínio onde vive sozinha, a garota teve material coletado para análises laboratoriais, e um grupo de médicos acaba de entregar pessoalmente os resultados, que deram negativo.

O temor dos parentes é que a empreendedora sofra algum tipo de violência física, já que vem recebendo ameaças. Um áudio em poder da irmã mostra pessoas ameaçando atacar a distribuidora, onde a dona sequer foi desde que desembarcou na cidade.

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA