Uma live da Superintendência da Juventude, Cultura, Esporte e Lazer (Sejucel) mobilizará o público na Semana de Contação de Histórias, de segunda-feira (5) a sexta-feira (9), com transmissão pela página do Portal do Artesanato Brasileiro (PAB) no divulgação no Youtube.

“O evento é livre para todos os trabalhadores manuais cadastrados no PAB e também para os não cadastrados e outros públicos”, anunciou neste sábado, a técnica e coordenadora substituta do Programa, Fabíola Brito.

Segundo ela, artesãos, microempreendedores e trabalhadores manuais. “Alguns deles já fizeram carreira”, ela assinalou.

O superintendente da Sejucel, Jobson Bandeira, abrirá o evento, seguindo-se a programação promovida pelo Governo de Rondônia, via Sejucel, e a parceria do Sebrae e do PAB.
O analista Emerson Pinduka, do Serviço Brasileiro de Apoio à Micro e Pequena Empresa (Sebrae) em Rondônia, falará de inteligência emocional. Na terça-feira e a analista Cristiane Arruda tratará da importância da formalização para o microempreendedor. O evento voltará na quinta e sexta-feira (8 e 9), novamente com Emerson Pinduka.
“Artesanatos que contam histórias e conectam vidas”, este é o lema dos apresentadores dessa live.
VALORES HUMANOS
A contação de histórias é uma das mais antigas formas para o homem absorver os valores praticados no convívio humano e social e para compreender melhor as condutas que regem as comunidades em que se insere. No mundo moderno elas passaram a ter os recursos de audiovisuais, explicou Fabíola Brito. “Assim, elas podem ser usadas na produção de conteúdo, em vendas e consultorias.

Contações de histórias são praticadas na educação e na formação de crianças, e podem ser utilizadas para ajudá-las a entender o mundo à sua volta. Transmitem valores morais, estimulam suas emoções, desenvolvendo nelas gosto que as atrairão mais tarde para a leitura.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui