Os projetos de revitalização da Estrada de Ferro Madeira Mamoré (EFMM) e de drenagem no bairro Lagoa foram apresentados na tarde de quarta-feira (3), pelo Prefeito Hildon Chaves à Comissão de Obras da Câmara Municipal. Importantes para a capital, as ações foram mostradas durante visita com detalhamento.

 

Orgulhoso do projeto, o prefeito fez questão de apresentar cada detalhe da revitalização do Complexo Turístico Madeira Mamoré à comissão, que é composta pelos vereadores Edmilson Dourado, Everaldo Fogaça e Pastor Vanderley.

 

Sobre o complexo da Estrada de Ferro Madeira Mamoré, mostrou que a estrutura foi totalmente revitalizada e algumas construções foram acrescentadas ao complexo.

 

A revitalização foi realizada nos galpões 1, 2 e 3, sendo um galpão oficina, onde serão instaladas 12 lojas, nos moldes de uma pequena galeria comercial. Os galpões 1 e 2 serão destinados para as peças de museu da EFMM, onde também haverá um mezanino.

 

O galpão 3 será reservado para instalar quatro restaurantes, com mezanino com vista para o Rio Madeira.

 

Na EFMM a estrutura foi totalmente revitalizada e algumas construções acrescentadas Na EFMM a estrutura foi totalmente revitalizada e algumas construções acrescentadasTambém foi construída uma pista de caminhada, calçada, pavimentação de toda área verde, um teatro de arena, estacionamento para mais de 200 carros, quiosques que vão comportar seis lanchonetes e exposição das locomotivas que estão na EFMM.

 

“É um prazer receber a comissão de obras neste espaço, que é o principal patrimônio turístico do estado. Aqui é o ponto zero, onde tudo começou. Aqui há um investimento de quase R$ 30 milhões, recursos do Ministério do Turismo, Prefeitura e também compensação social da Usina Hidrelétrica Santo Antônio”, disse o prefeito aos vereadores.

 

Hildon Chaves destacou ainda que quando assumiu a Prefeitura, em 2017, a revitalização não estava iniciada. “Conseguimos realizar tudo com muito trabalho. Acredito que nesse semestre vamos entregar o complexo totalmente revitalizado”, disse o prefeito.

 

Localizado às margens do Rio Madeira, numa área de 114.000 m², o Complexo da Estrada de Ferro Madeira Mamoré, além da importância histórica, será de grande relevância para o fomento do turismo e da economia local.

 

DRENAGEM

A visita seguiu para o bairro LagoaA visita seguiu para o bairro Lagoa

 

Já no bairro Lagoa, zona Leste da cidade, foi apresentada a evolução da galeria subterrânea de esgoto que está sendo construída na rua Dourado.

A obra de drenagem profunda compreende o trecho entre a Avenida Chiquilito Erse (antiga Avenida Rio Madeira) até as proximidades da rua Piratininga, uma galeria que, completa, terá aproximadamente 1,5 quilômetros. “É por esta galeria que será escoada toda a água que passa pelo bairro, um problema antigo que será solucionado”, detalhou Hildon.

 

A galeria faz parte do pacote de obras destinadas ao bairro Lagoa, que também receberá 10 quilômetros de ruas asfaltadas. A obra utiliza recursos do governo federal com contrapartida do município. A fiscalização é responsabilidade da Secretaria Municipal de Obras (Semob).

 

Ao término das visitas, a comissão parabenizou o prefeito pelos dois projetos que trarão benefícios à população da capital. “São empreendimentos sonhados pela nossa população, tanto a revitalização da Estrada de Ferro, um espaço público onde as pessoas poderão prestigiar o turismo da nossa cidade e essa obra grandiosa de drenagem do Lagoa, que já era aguardada há muito tempo pela comunidade”, disse o presidente da comissão, Edmilson Dourado.

 

Texto: Renata Beccária
Fotos: Wesley Pontes e Leandro Morais

Superintendência Municipal de Comunicação (SMC)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui