CAPR aprova convocação do presidente da Emater para explicar ações da empresa

CAPR aprova convocação do presidente da Emater para explicar ações da empresa

Porto Velho, RO – Durante reunião da Comissão de Agropecuária e Política Rural (CAPR), realizada na manhã desta quarta-feira (4), no Plenarinho 2, o presidente, Cirone Deiró (Podemos), colocou em votação a convocação do presidente da Emater, Luciano Brandão. Devido à aprovação por unanimidade, ele deverá estar presente na Assembleia Legislativa no próximo dia 11, às 8h30, para ser ouvido pelos deputados da comissão.

Cirone Deiró também distribuiu para emissão de parecer o projeto do deputado Laerte Gomes (PSDB), aumentando de dois para seis meses o prazo para realização de exame de anemia infecciosa em equinos. Outro projeto distribuído foi o que institui o passaporte equestre.

O deputado Cirone Deiró também cobrou do Governo o fortalecimento da Emater, afirmando que a agricultura sustenta a economia do Estado. “O presidente da empresa terá que trazer o planejamento de suas ações, explicando a razão de escritórios estarem inoperantes”, acrescentou.

Ainda de acordo com o parlamentar, o secretário de Estado da Agricultura, Evandro Padovani, será chamado ao Plenário para responder a questionamentos dos 24 deputados.

“Há denúncias de que na agricultura de soja não há rotação de cultura. Sendo assim, logo estaremos cheios de pragas. Precisamos saber como as ações estão sendo desenvolvidas. Não é somente com Rondônia Rural Show que resolveremos os problemas do Estado”, acrescentou.

O deputado Adelino Follador (DEM) disse ser preciso incentivar o setor produtivo. Conforme o parlamentar, nada do que foi prometido (pelo Executivo) à CAPR se concretizou. Ele reclamou que a Emater só pode fazer a outorga de água em projetos feitos pelos seus próprios técnicos, o que inviabiliza o trabalho nas propriedades rurais.

Follador explicou que a situação das estradas está muito ruim na região do Vale do Jamari, e que o quadro se agravou com a queda da ponte em Vale do Paraíso.

O deputado Lazinho da Fetagro (PT), autor da solicitação para que o presidente da Emater compareça à reunião da CAPR, afirmou ser necessário que o órgão apresente seu plano de trabalho para este ano. “Quero saber a quantidade de atendimento por técnico, lembrando que a cada real investido na agricultura, o retorno é de 10 reais”, afirmou.

Ainda de acordo com Lazinho, é necessário saber o que o Governo pensa em relação à agricultura. “As chuvas prejudicaram as estradas. Isso, somado ao que não foi feito no ano passado complica mais ainda a situação”, considerou.

O deputado Chiquinho da Emater (PSB) disse que o secretário de Estado da Agricultura, Evandro Padovani, fechou o escritório da Emater em Colorado do Oeste e transferiu os atendimentos para Vilhena.

“Ele acabou com a agricultura no governo Confúcio e agora está acabando com ela no governo Marcos Rocha. O escritório em Colorado existia desde o governo Angelim. O secretário Padovani quer acabar com a Emater por ser contra a agricultura familiar”, disse o parlamentar.

Chiquinho da Emater disse que em Rondônia existem entre 120 mil e 130 mil propriedades rurais, e que no governo anterior foram atendidas e 70 mil a 80 mil famílias. “No rumo que está agora, Rondônia vai falir, pois o Estado é mantido pela agricultura”, finalizou.

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA