Consumidor pode economizar até 11% em energia elétrica com a tarifa branca em RO

Consumidor pode pagar mais barato na conta de energia se economizar nos horários de ponta — Foto: Divulgação

Os clientes da Energisa em Rondônia, através da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), podem optar desde a última quarta-feira (1°) por aderir à tarifa branca. A taxa é uma opção para alterar o valor da cobrança de acordo com o horário de consumo de energia elétrica.

Segundo a Aneel, os clientes que podem aderir à nova modalidade são os conectados à rede de baixa tensão. A tarifa branca não beneficia residenciais classificados como baixa renda, beneficiários de descontos previstos em lei, e iluminação pública.

A agência explica que para poder ter a redução na tarifa é necessário o usuário se atentar ao próprio perfil de consumo ao longo do dia. Se o cliente consome mais energia fora do horário de ponta, nos períodos de menor demanda, a tarifa branca é uma boa oportunidade para reduzir o valor pago na conta de luz em até 11%.

Conforme estabeleceu a Aneel, a tarifa branca atua com três valores ao longo do dia: ponta, intermediário e fora de ponta. Nos dois primeiros casos a energia é mais cara em função da maior demanda no sistema elétrico, já no último é mais barata. Nos finais de semana e feriados, apenas a tarifa fora de ponta será aplicada.

Em Rondônia, os horários para custo de energia foram definidos da seguinte forma:

De 0h às 17h: fora de ponta;

Das 17h às 18h: intermediário;

Das 18h às 21h: ponta;

Das 21h às 22h: intermediário;

Das 22h às 24h: fora de ponta.

Em entrevista ao Jornal de Rondônia, Fernando Tupã, gerente do departamento de serviços comerciais da Energisa, ressalta a importância de adotar hábitos que priorizem o uso da energia nos períodos de menor demanda. “O cliente precisa ficar atento, se ele não se disciplinar quanto a questão do consumo no horário mencionado, ele vai pagar bem mais caro”, destacou.

Como aderir?

Para aderir à tarifa branca, é necessário que o consumidor vá até uma agência de atendimento local solicitar a mudança. A empresa tem até 30 dias para instalar o novo medidor sem custo adicional.

A Energisa reforça que é necessário fazer uma simulação de consumo e analisar bem a utilização de energia ao longo do dia para que o cliente não acabe pagando mais caro ao aderir a nova modalidade.

Interessados podem realizar a simulação pelo site da Energisa.

Caso à adesão da modalidade não seja a melhor opção para o usuário, é possível solicitar o retorno para a tarifa convencional a qualquer momento. O prazo previsto para a troca pode chegar a um mês.

Após retornar à convencional, o cliente só poderá solicitar novamente a adesão à tarifa branca depois de um período de 180 dias.

 

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA