Alegando estar ouvindo vozes, homem põe fogo em residência

(Foto: Divulgação)

O incêndio que quase consumiu uma residência na Zona Rural de Vilhena aconteceu na madrugada de terça-feira (31 de dezembro). A testemunha do caso alegou que o suspeito era alcoólatra e estava em recuperação, além de estar usando remédios.

Segundo as informações, a testemunha estava na casa com o homem quando ele pediu para que ela fugisse, pois estava ouvindo vozes que pediam para que ele atentasse contra suas vidas. Assustada, a testemunha fugiu, procurando por socorro no entorno.

Quando voltou, percebeu que o indivíduo teria colocado fogo no interior da casa. Roupas, cama, TV, sofá, duas geladeiras, forro da moradia e outros objetos foram danificados pelas chamas. Apesar disso, a construção não foi comprometida.

O Corpo de Bombeiros foi chamado, ajudou a cessar as chamas, mas não encontraram o autor dos fatos. A testemunha alegou que o homem apresentava um quadro de insônia há alguns dias, além do seu tratamento. Ela foi levada à Unidade Integrada de Segurança Pública (UNISP) de Vilhena, para prestar depoimento sobre o caso.

O boletim de ocorrências foi registrado para que providências futuras possam ser tomadas.

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA